Sereia

SOCORRO!!! Este é meu grito de desespero, tenho tentando entrar no meu blog há algumas semanas e não conseguia minha senha dava “invalida”. Invalida também é o SAC da UOL que me informava que estava tudo certo com o sistema, que eu tentasse “mais tarde” que iria conseguir. Finalmente conseguir depois de trocentos telefonemas, semanas depois do inicio deste terror e após, em clima de desespero total, a criação de outro blog. Esta é a segunda vez que acontece isso comigo, o pior é testemunhar novamente a frustração de quem procura atendimento através do SAC, a musiquinha irritante a impessoalidade no atendimento e por ultimo o desespero ao ver que nada foi feito e não saber a quem mais recorrer. Bem, aqui estou... Com muitas saudades do meu cantinho e da presença amiga e querida de vocês.

Sereia

 

 

Sereia 

Envolta em sonhos

Iara Brandão

 

O teu perfume me embriaga

Mostra toda a verdade que quero esconder.

Deixa a vida presa em mágica

Sonhos que a sua presença faz renascer.

 

Sei que estamos longe de tudo que queremos

A vida crua está nos separar

Mas os sonhos vivem

E é neles desejamos morar.

 

E eles nos levam por caminhos encantados

Envolvendo-nos nesta doce quimera

Bebendo esta vida em goles

E em cada gota, um novo sabor a desperta.

 

Esta noite deveria ser eterna

Sonhar e sonhar é o que eu mais queria

Mas o sol brilha lá fora

Mostrando que já chegou um novo dia.


Sereia

Sereia

Cá estou tentando me recuperar de alguns probleminhas que tive (tenho) uns relacionando a saúde, nada grave mais... que me deram bastantes dores de cabeça, e outras relacionadas aos sentimentos uma delas foi que perdi todas minhas antigas poesias, as que sobraram foram algumas que estavam aqui no blog. A perda das poesias me deixou tristinha sem vontade de entrar no blog, tinha até certo medo. É, medo! Não queria sentir a falta delas, e entrar aqui estava sendo difícil. Bem... isso já aconteceu há um certo tempo acho que tem mais de 2 ou 3 meses mais só agora estou aqui contando a vocês. O motivo é que voltei a escrever, antes estava tudo travado eu não tive mais inspiração. Deixei o tempo passar... deixei a dor amenizar e cá estou. Ainda não tão inteira, a saúde ainda não está 100% mas não sou de deixar a peteca cair.

 

Sereia

Sereia Iara 

Pensando em você

Iara Brandão

 

Há tempos não penso em você!

Onde estará tudo que senti?

Onde estará os sonhos que sonhei?

Sentimentos manifestados pela vida que o tempo apagou.

 

Amores nunca deveriam ter fim

Deveriam ser renovados pelo tempo

Solidificados nos sonhos sonhados

Idealizados pelo amor que vivemos.

 

Mas... Porque tem sempre um “mas” em histórias assim?!

Porque são finalizados muitas vezes com palavras vis?

Tudo que um dia o coração traduziu

Como o mais profundo do amor?

 

Queria que a nossa história fosse eterna, sagrada

Que vida não mudasse os sentimentos

Que o amor idealizado por outrora

Não fossem hoje lembranças amareladas pelo tempo.

 

 

 

 

Sereia

Sereia

Sumi? É verdade, tenho andado muito ocupada mas, mesmo estando em pleno carnaval, mesmo estando na Bahia não poderia deixar de passar por aqui. E como diz o ditado: “em Roma, faça como os romanos” e já que “a trás do trio elétrico só não vai quem já morreu” vou me deixar contagiar com a nossa alegria. Estou na Bahia, em pleno verão e o carnaval já COMEÇOU. Alguém duvida o que vou fazer nesta folia? Pois é... vou tentar esquecer toda violência que reina neste mundo, as barbaridades que o homem está cometendo contra si mesmo e vou me divertir. Mas de um jeitinho bem baiano de ser (rs) lento, na moleza sem muita correria, apenas na avenida é claro! Vai ser praia, praia, trios e mais praia. Alguém se habilita a vim festejar comigo? Venha! Vou ficar aqui na minha rede te esperando (rs). Bom carnaval para você!

 

Sereia 

Sereia

Sereia

 

 

  

Quero Paz

Iara Brandão

 

Vamos fazer a paz em nossas ações e consciência

Vamos mostrar ao nosso semelhante

A sua importância

Perante a vida.

 

Paz que reflete no espírito

E em nosso intimo.

Que acalma corpo.

Que diminui a dor

 

Paz que não agride

Que não levanta a mão

Que não fere o seu semelhante

Paz que ajuda sem pedir

 

Paz que realiza no silêncio, que vigia o pensamento.

Que não vai contra o coração, paz constante de todo momento.

Pois a violência existe em muitos mais gestos

Que possamos imaginar.

 

O ano de 2007 chega ao fim, nele plantei sonhos alguns cresceram outros, não passaram disso. 2008 chega e novamente estou a sonhar... desejar algumas mudanças, renovações que espero concretizar. Espero que este ano seja melhor para todos nós, que tenhamos menos violência, mais saúde menos corrupção mais fé, mais lealdade. Cada vez mais a moral vem caindo degrau por degrau, é terrível ver tantos escândalos no nosso cenário político... Estou querendo mais e tenho certeza que você também, vamos fazer a nossa parte. Espero que em 2008 eu possa está aqui novamente sorrindo, me emocionado dividindo com você os meus pensamentos. Obrigado por sua constante presença e Feliz 2008!

 

 

Receita de ano novo

Carlos Drummond de Andrade

 

Para você ganhar belíssimo Ano Novo
cor do arco-íris, ou da cor da sua paz,
Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido
(mal vivido talvez ou sem sentido)
para você ganhar um ano
não apenas pintado de novo, remendado às carreiras,
mas novo nas sementinhas do vir-a-ser;
 

novo até no coração das coisas menos percebidas
(a começar pelo seu interior)
novo, espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,
mas com ele se come, se passeia,
se ama, se compreende, se trabalha,
você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita,
não precisa expedir nem receber mensagens
(planta recebe mensagens? passa telegramas?)

 

Não precisa fazer lista de boas intenções
para arquivá-las na gaveta.
Não precisa chorar arrependido
pelas besteiras consumidas
nem parcamente acreditar
que por decreto de esperança
a partir de janeiro as coisas mudem
e seja tudo claridade, recompensa,
justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,
direitos respeitados, começando
pelo direito augusto de viver.

 

 

Para ganhar um Ano Novo
que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil,
mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre.

 

Sereia

 

 

 

 

 

 

 

Sereia  

Estamos perto do Natal, tempo de festas, comidas, presentes... Mais quero lembrar que o Natal não é somente isso. É tempo de lembrar de quem necessita, tempo de solidariedade de amor ao próximo. É triste saber que há pessoas com mesa farta, muitos presentes e outros sem nada e o pior vivendo em um país que não dar oportunidade de ter um mínimo de dignidade em sua mesa. Acredito que se cada um se doar um pouco e olhar para o lado, faremos uma grande diferença. Neste Natal seja um amigo oculto para quem realmente necessita da sua ajuda.

 

 

Sereia

 

 

Sereia
 

Doce fantasia

Iara Brandão

 

Meu menino, meu amor,

Quanta ilusão vivemos!

Como acreditamos que o nosso amor sobreviveria.

Quantos momentos sagrados, únicos, intensos...

 

Me perdi na luz do teu olhar

Na força do seu sorriso

No que suas palavras me fazia sentir.

 

Fui muito mais que uma mulher em sua vida.

Fui fonte verdadeira de afeto

A magia que qualquer mortal espera possuir.

 

E por isso não poderia ser real

Histórias assim não sobrevivem

Fica preso nos livros infantis.

 

Uma união requer mais que desejo

Tem que ter a força avassaladora do querer.

Ser companheiros, lutar, viver esta vida com dedicação

Pois é ela que destrói as ilusões.

 

Quem dera pudéssemos fazer da magia, realidade,

Fazer o impossível torna-se real.

Mas vamos deixar esta nossa história assim,

Amores encantados não há como viver no mundo real.

Sereia

SOCORRO!!! Este é meu grito de desespero, tenho tentando entrar no meu blog há algumas semanas e não conseguia minha senha dava “invalida”. Invalida também é o SAC da UOL que me informava que estava tudo certo com o sistema, que eu tentasse “mais tarde” que iria conseguir. Finalmente conseguir depois de trocentos telefonemas, semanas depois do inicio deste terror e após, em clima de desespero total, a criação de outro blog. Esta é a segunda vez que acontece isso comigo, o pior é testemunhar novamente a frustração de quem procura atendimento através do SAC, a musiquinha irritante a impessoalidade no atendimento e por ultimo o desespero ao ver que nada foi feito e não saber a quem mais recorrer. Bem, aqui estou... Com muitas saudades do meu cantinho e da presença amiga e querida de vocês.

Sereia

 

 

Sereia 

Envolta em sonhos

Iara Brandão

 

O teu perfume me embriaga

Mostra toda a verdade que quero esconder.

Deixa a vida presa em mágica

Sonhos que a sua presença faz renascer.

 

Sei que estamos longe de tudo que queremos

A vida crua está nos separar

Mas os sonhos vivem

E é neles desejamos morar.

 

E eles nos levam por caminhos encantados

Envolvendo-nos nesta doce quimera

Bebendo esta vida em goles

E em cada gota, um novo sabor a desperta.

 

Esta noite deveria ser eterna

Sonhar e sonhar é o que eu mais queria

Mas o sol brilha lá fora

Mostrando que já chegou um novo dia.

 

Sereia

Sereia Iara   

É triste sentir a revolta e a desesperança nas pessoas, a falta de punição cria valores distorcidos já que a lei não funciona o melhor meio é agir por conta própria. Tornar-se político é um dos “meios” que se tem hoje em dia para enriquecer fácil. Estudar, trabalhar para que?! No Brasil só prospera quem tem sorte ou tem ajuda de poderosos. Pois é... São o que a maioria pensa, mas como pensar diferente? Qual o exemplo que eles estão vendo? Há pessoas que não tem estrutura psicológica e nem ética e moral para entender que pensamentos assim estão completamente errados. E são com esta estrutura que muitos criam os seus filhos. Noto uma completa distorção de valores até nas coisas mais simples, como um exemplo que presenciei de uma mulher que ao ser chamada de senhora se sentiu ofendida porque em sua concepção era falta de respeito... Sempre fui contra ao saudosismo piegas mais a falta de ética e moral estás me fazendo suspirar por valores que hoje em dia está cada vez mais difícil de encontrar.

 

Sereia

 

 

 

Sereia 

Meu grande amor

Iara Brandão

 

Não quero amor, que voce saia por esta porta.

Me dê um tempo para explicar.

Tudo que fazemos há conseqüências

Espero um pouco, deixe eu lhe mostrar.

 

Que erramos juntos nesta caminhada

Por termos omitidos sentimentos

Por termos escondido ás palavras

Por não dar crédito a esta história que vivemos.

 

Pois acreditarmos que o amor é conto de fadas.

Onde grandes dramas são encenados

Achamos que sempre tem que haver heróis e heroínas

E não percebemos que vida não é um livro ilustrado.

 

E deixemos para depois este amor com aparência banal

Um “simples” sentimento diário

Sem cobranças e grandes paixões

E seguimos sem perceber o que deixamos de lado.

 

Pois voce é o meu grande amor.

O amor que aguardei por toda vida.

Apenas não percebemos que nesta emoção calma

Era na verdade o sonho de uma vida.

 

Ficamos cegos deste sentimento profundo,

Do companheirismo e respeito de cada dia

Não percebemos que nos completamos.

E que a vida amor, não é uma fantasia.

Sereia 

Sereia 

De repente “acordei” e percebi que 2007 estar terminando. Como este ano está passando rápido! A verdade é que vida está correndo, o tempo parece curto, mal o dia inicia e logo está terminando. Ontem revir uma colega dos tempos da faculdade (não terminei o curso em razão da minha gravidez que além de ser gemelar foi de risco). Por segundos revir a estudante de antes e a profissional de agora, foi ai que notei a velocidade do tempo e as suas transformações. Lembro que da nossa turma ela era a mais brincalhona (depois de mim rs) e a mulher que estava na minha frente, apesar de ter ainda o olhar maroto e brincalhão, estava diferente daquela que tinha em minhas lembranças. Tudo passou tão rápido e em tão pouco tempo! Fiquei pensando quantas vezes pensei em voltar ao curso e não o fiz, já passou em momentos assim? Quanta coisa desejou fazer ou terminar e ficaram apenas na vontade. Sonhos que só a velocidade do tempo nos faz perceber o que deixamos para trás.

Sereia

 

Sereia

 

Hoje

Iara Brandão

 

Hoje, sinto-me só.

Sinto falta de carinho, de um afeto que agite o corpo.

Sinto falta de um aconchego,

De um beijo roubado, de uma fala de amor.

 

Sinto falta de um olhar apaixonado

De um canto de olho puxado

De um sorriso sincero

De um carinho com ardor.

 

Sinto falta de galanteios

De uma loucura que transborde a alma

De cama amassada

De sussurros e gemidos ditos na madrugada.

 

Sinto falta da saudade

Que toda vez me invade por este alguém qualquer

Sinto falta de tanta coisa

Que me faltam palavras para explicar...

 

Queria uma quebra de rotina

De um sentimento morno que aqueça meu coração

De brincadeiras infantis ao entardecer

E da languidez de nossos corpos ao alvorecer.

 

Hoje, sinto falta do romance.

Da conquista, do toque...

De uma gentileza maliciosa, de uma boca nervosa.

Sinto falta de amor.


 

Sereia Iara.

Recebi esta brincadeirinha da amiga Mary e achei interessante, tenho que responder algumas perguntas. Vamos a elas?

 

*7 fatos ou características que me definem:

1- Sou uma pessoa otimista e tento passar isso para as pessoas ao meu redor.

2- Fico mal humorada por apenas dois motivos: TPM e fome (rs)

3- O que me irrita é injustiça, pessoas prepotentes e a corrupção e incompetência dos nossos governantes.

4- Falo pelos cotovelos e rápido e ás vezes isso me deixa envergonhada

5- Falo sozinha

6- Sou esquecida

7- Me adapto fácil as mudanças

*Um sonho:

Saúde para morrer bem velhinha e enrugada (rs), uma casa imensa e um jatinho para mandar buscar todos meus amigos queridos que moram distante e passar um final de semana maravilhoso (rs)

*Meu melhor amigo:

Meu marido, um ser humano que confio por ser antes de tudo um amigo leal

*Uma frase da hora:

São poucas as pessoas que ao deitarem a noite, ousariam dirigirem-se assim a Deus: "Senhor!!! Trata-me amanhã como tratei os outros hoje.” e/ou "Que Deus me ajude a ser o tipo de pessoa que meu cão pensa que sou.”

 

Repasso para todos aqueles que desejarem participar desta brincadeira. Alguém se habilita?

 Sereia 

Sereia Iara

A dor de partir

Iara Brandão

 

Vejo ao longe tudo que deixei,

Palavras que me foram caras dizer

Deixei sagrar o meu coração

Abatida e triste disse adeus.

 

E ficaram os sonhos

Sonhos devastados pela realidade

Nada existia foi pura ilusão

Parti, mais deixei contigo a saudade.

 

Ela que ás vezes arde em meu peito

Pois nem sempre estamos prontos para realizar,

A difícil tarefa de desistir da ilusão

E a realidade voltar

 

Não que me arrependa de minhas atitudes,

Sei que fiz o correto não tinha salvação.

Mas o meu peito ainda sangra,

Pois sei que em ti deixei escondido o meu coração.


 

Sereia

Dias atrás me deixei me levar por antigas lembranças, tempo que vivi e fui muito feliz. Não que o agora não seja ou que eu deseje retornar a estes doces momentos, Não! Sou feliz e satisfeita pelo caminho que trilhei até aqui. Mas lembrar sem dor e/ou saudades me fez sentir liberta. É muito gostoso perceber que algo que me prendia há tempos, hoje não tem mais significado algum. Saber que tudo que foi vivido foi muito importante para a mulher que me tornei e mesmo sendo intenso e maravilhoso nada supera ao momento que vivo agora. E que finalmente, que estas lembranças hoje são apenas parte de minha história e nada mais. Quem já viveu algo semelhante entende o que significa está “libertação”, é como a tão sonhada paz ou como uma noite de descanso pleno para quem há muito tempo não dormia.

Sereia
 

Sereia


 

Sereia

Nesta doce tortura

Iara Brandão

 

O amor segue normas difíceis de compreender

Quando estou a sua procura não encontro

E quando me perco te acho.

Em caminhos que nunca pensei em percorrer.

 

E acredite o amor está ao nosso alcance,

Mais não deixa previsão quando vai chegar

Conduzindo-nos por verdades incertas

Por loucuras e devaneios, sonhos que desejamos realizar.

 

E quando fugimos deste encontro

Ele nos persegue sem piedade

Por caminhos escuros e sem destino

Pois o amor é fogo que arde sem que possamos notar.

 

É uma tortura gostosa e esperada

Pode doer, pode não ter o fim esperado,

Mas preferimos sofrer sem seus braços carinhosos

Do que viver sem nunca lhe encontrar.

Sereia

[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]



Meu Perfil
BRASIL, Nordeste, SALVADOR, Mulher, de 26 a 35 anos, Portuguese, Livros, Informática e Internet, MUSICA
MSN -